segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Mitos e verdades sobre a massagem modeladora!



O verão está chegando, e com ele a busca por tratamentos estéticos para emagrecer e queimar as gordurinhas localizadas também!

Nos últimos anos, houve um "boom" dos tratamentos estéticos, sendo que hoje eles são aplicados por diversos profissionais, de centros de fisioterapia a academias e até salões de beleza.

Em primeiro lugar, este tipo de tratamento deve ser realizado por profissionais especializados, que entendam a anatomia e fisiologia do corpo (conheçam as estruturas e o funcionamento delas), para que o tratamento seja eficaz e seguro.

Muitos profissionais mal qualificados aplicam estas técnicas sem muito conhecimento, e com isso geram dúvidas nos seus clientes. 
Por este motivo, trago aqui alguns mitos e verdades sobre a massagem modeladora.

A massagem modeladora e a drenagem linfática são a mesma coisa? Tem o mesmo objetivo?

Não. A drenagem linfática é uma técnica de massagem manual que estimula o retorno da linfa para o sistema linfático, diminuindo a retenção de líquidos e eliminando resíduos e toxinas. 
Sendo assim, ela não atua diretamente na redução da gordura corporal nem da celulite (que nada mais é do que um excesso de gordura forçando uma pele retraída), apesar de ter um efeito indireto sobre as mesmas, já que aproxima o tecido gorduroso dos vasos sanguíneos, e facilita sua captação pelos mesmos no momento da atividade física. 
Como ela melhora a circulação, também pode atuar indiretamente na prevenção da flacidez. 
Já a massagem modeladora é executada com movimentos firmes, rápidos e repetitivos sobre a pele, com objetivo de quebrar a gordura localizada, que é posteriormente eliminada pela corrente sanguínea, principalmente se for realizado exercício físico. 
É geralmente focada nas regiões onde há maior acúmulo de gordura, que nas mulheres são barriga, coxas, culote, glúteos, e às vezes braços. Desta forma, a massagem modeladora traz diminuição de medidas, da celulite, favorecimento da lipólise (quebra da gordura) e modelagem do corpo, além de prevenir flacidez, melhorando a elasticidade da pele.

A massagem modeladora dói?

Sim. A massagem modeladora é realizada com movimentos rigorosos de prensão, deslizamento e amassamento da pele, numa intensidade que atinja as camadas lipídicas (de gordura), a fim de quebrar as placas gordurosas. Por isso, muitas pessoas sentem dor ao realizar esta técnica, porém a intensidade da dor depende não só da quantidade de gordura que a pessoa tem, mas também da tolerância a dor, que é muito variável de indivíduo para indivíduo. Entretanto, esta dor não pode causar um desconforto excessivo para o paciente, sendo este um limite para a intensidade das manobras. O ideal é aumentar a intensidade de forma gradual, para que o organismo se adapte a mesma.

É normal ter hematomas após a realização?

Não. O hematoma é sinal de rompimento de vasos sanguíneos, e o extravasamento do sangue para os tecidos pode causar uma resposta inflamatória na região e dor, o que não é desejável. Quando ocorre o hematoma é sinal de que o limite ideal de intensidade da massagem foi ultrapassado, ou seja, uma massagem que causa hematomas não indica uma massagem modeladora mais eficiente, pois não é necessário ultrapassar a camada de gordura da pele, já que somente ela deve ser trabalhada. Pode acontecer, em pessoas com tendência a hematomas (aquelas que tem vasos muito sensíveis, que ficam roxas com qualquer batidinha), de o hematoma aparecer, porém isso é um fato esporádico, que deve ser avaliado. Se você sempre sai da massagem modeladora com mitos hematomas, desconfie! Se o hematoma já ocorreu, utilize gelo (sempre enrolado em uma toalha ou num saco plástico), a cada duas horas, por 15 a 20 minutos.

Utilizar somente cremes que prometem reduzir medidas tem resultado?

Não. Alguns cremes dizem apresentar princípios ativos que por si só reduziriam as medidas. Isto não ocorre. Alguns cremes tem formulações que aumentam a circulação sanguínea e com isso, temos a melhora do aspecto da pele, porém a redução de medidas não ocorrerá sem as técnicas corretas de massagem modeladora, e é claro, muito exercício físico.

A massagem modeladora com aparelhos é melhor que a manual?


Não. Os diferentes aparelhos utilizados para a massagem modeladora podem facilitar uma intensidade maior da massagem, porém nem sempre uma massagem tão intensa é necessária. 
Além disso, a realização manual da massagem permite que o terapeuta avalie cada região do corpo, verificando os locais de maior acúmulo de gordura, direcionando o o tratamento, tornando-o mais eficaz e objetivo.

Fonte:http://fisioterapiadenisepripas.blogspot.com.br/2011/09/mitos-e-verdades-sobre-massagem.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário.