quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Curiosidades Sobre Óleos Essenciais


Encontrei este texto nos meus arquivos de aromaterapia, achei bem interessante, para dividi com vocês espero que gostem.
Infelizmente esqueci de anotar a fonte da pesquisa então se alguém souber deixe um comentário com a fonte.
  


  • Os antigos egípcios acreditavam que a camomila era a cura definitiva para as dores reumáticas.
  •  Associado ao tomilho e a salsa, o louro participa do famoso bouquet garni, o clássico condimento francês.
  • CUIDADO: o óleo essencial de pimenta-do-reino é adulterado com freqüência, sendo misturado ao óleo de copaíba, aroeira-pimenteira e outros.
  • A palavra goiaba vem do tupi “coyab”, que significa sementes aglomeradas.
  • A pimenta-rosa (brazilian pink pepper) é o fruto da aroeira-pimenteira, uma planta nativa do sul do Brasil cujo óleo é inédito na culinária.
  • O óleo essencial das sementes de salsão possui um dos aromas mais difusivos e penetrantes dentre todos os óleos existentes no mercado.
  • A palavra cravo deriva do vocábulo francês “clou”, que significa prego.
  • O cravo vem sendo utilizado na China e na Índia há mais de 2 mil anos para combater o mau-hálito e como afrodisíaco.
  • As várias espécies de menta se cruzam com muita facilidade, gerando centenas de híbridos distintos. Identificá-las sempre é um problema!
  • O óleo essencial de erva-doce é praticamente composto de puro anetol, com traços de limoneno e felandreno.
  • O óleo essencial de cravo possui rendimento atipicamente alto, cerca de 15 a 20%.
  • O óleo essencial das folhas de canela possui o eugenol como componente majoritário (mais de 90%), da mesma forma que o óleo de cravo.
  • O óleo essencial de cedro, em virtude de suas propriedades expectorantes, ajuda a aliviar a bronquite, a tosse e o acúmulo de catarro.
  • O óleo de citronela tem efeito esclarecedor e revitalizante sobre a mente, o que pode ajudar a aliviar sensações de depressão.
  • A priprioca ou piripirioca é uma planta perene com perfume supremo, nativa da região amazônica.
  • A priprioca é uma planta considerada invasora e possui parentesco próximo com a tiririca, provavelmente a mais terrível das ervas daninhas.
  • As mentas mais cultivadas no Brasil são as espécies spicata, aquatica e arvensis.
  • A palavra AROMATERAPIA foi criada em 1928 por Gattefossé ao publicar um artigo que defendia o uso dos óleos essenciais na sua totalidade.
  • Há estudos que citam o uso do óleo essencial de salsa como regenerador de células hepáticas.
  • O óleo essencial de camomila romana pode ajudar a regular o ciclo menstrual e aliviar as cólicas.
  • Em 1910 o Dr.Otto Wallach foi Prêmio Nobel em Química por analisar e identificar os componentes primários (terpenos) dos óleos essenciais.
  • O óleo essencial de canela parece ser eficaz na eliminação de verrugas.
  • O óleo de cártamo (safflower oil) é indicado para tratamento e prevenção de celulite, tratamento de peles secas e com xerose.
  • Diz-se que no século XII uma freira chamada Hildegard cultivou e destilou o óleo de lavanda p/ fazer uso de suas propriedades medicinais!
  • Os soldados romanos costumavam tomar banho em águas aromatizadas com tomilho, pois acreditavam que a planta fortalecia o espírito!
  • Em 1904 Cuthbert Hall demonstrou que o poder anti-séptico do óleo de eucalipto natural era maior que seu constituinte isolado (eucaliptol).
  • A australiana Marguerite Maury foi a grande responsável por introduzir a visão holística dentro da aromaterapia!
  • O óleo de copaíba é muito empregado como cicatrizante e anti-séptico de feridas externas.
  • Acredita-se que o óleo essencial de erva doce proporciona força e coragem em situações de adversidade.
  • O primeiro livro de aromaterapia publicado em inglês foi o “The Art of Aromatherapy”, por Robert Tisserand em 1977.
  • Embora diferentes, o OE de capim-cidreira é muito confundido com o OE de erva cidreira devido ao aroma.
  • O óleo de semente de uva é um dos mais concentrados em ácidos graxos polinsaturados.
  • Nicholas Culpeper, botânico do sec XVII, ficou conhecido como o pai do herbalismo porque condenava os métodos NÃO naturais de tratamento.
  • O óleo essencial de canela ameniza os problemas respiratórios e ajuda a recuperar os sentidos em casos de desmaio.
  • O aroma do óleo essencial das sementes da salsa, de cor amarronzada e bastante amargo, não lembra em nada o cheiro da planta!
  • Desde a segunda metade dos anos 70, a utilização da aromaterapia tomou uma nova força na França, com os trabalhos do Dr. Pierre Franchomme.
  • O óleo essencial de coentro é obtido a partir das sementes da planta Coriandrum sativum e seu principal componente é o linalol.
  • O óleo essencial de eucalipto citriodora ajuda a secar o catarro e combate a sinusite.
  • CUIDADO: os óleos vegetais (carreadores ou fixos) tendem a se oxidar com facilidade!
  • Em 1563, Giovanni B. Della Porta escreveu “Liber de destillatione” que falava dos óleos essenciais, carreadores e métodos de decantação!
  • O óleo essencial de priprioca possui um fantástico perfume, um dos mais sofisticados e complexos já conhecidos.
  • O cardamomo é originário do sul da Índia e Sri-Lanka, onde vegeta em estado silvestre na floresta tropical.
  • O Dr. Jean Valnet é lembrado pelo seu trabalho utilizando óleos essenciais para tratar soldados feridos durante a guerra!
  • Aproximadamente 1500 anos antes de Cristo, os escritos atribuídos a Imhotep indicam receitas que se assemelham a aromaterapia moderna!
  • O óleo essencial de priprioca possui notas de saída florais e, ao mesmo tempo, amadeiradas.
  • Os araçazeiros constituem um dos muitos gêneros de Mirtáceas existentes no Brasil.
  • O óleo essencial de araçá apresenta uma expressiva atividade antimicrobiana, inibindo tanto grampositivas como negativas.
  • O óleo essencial de araçá é composto principalmente por sesquiterpenos.
  • O óleo essencial de pau santo, Bursera graveolens, é bastante raro e apresenta um incrível potencial antioxidante.
  • Schinus terebinthifolius Raddi, conhecida como aroeira-vermelha, é uma árvore nativa da América do Sul.
  • O óleo essencial de aroeira apresenta atividade bactericida comprovada contra Pseudomonas aeruginosa e Staphylococcus aureus.
  • O óleo essencial de aroeira é rico em mono e sesquiterpenos.
  • A palavra goiaba vem do tupi coyab, que significa sementes aglomeradas.
  • O óleo essencial de goiaba, extraído das folhas, é rico em cineol, taninos, triterpenos e flavonóides.
  • Hinoki (Chamaecyparis obtusa) é uma espécie de cipreste nativo do Japão.
  • O óleo essencial de hinoki, ou cipreste dourado, apresenta ação antibiótica contra uma série de bactérias e fungos.
  • Em estudos, o óleo essencial de jabuticaba apresentou atividade antimicrobiana contra Streptococcus mitis e Streptococcus mutans.
  • O capim jamrosa (Cymbopogon khasans) é o resultado do cruzamento da citronela com palmarosa e normalmente cresce em estado selvagem.
  • O óleo essencial de jamrosa (Cymbopogon khasans) apresenta um delicioso aroma doce/floral com um leve toque herbáceo.
  • O óleo essencial de jamrosa, nativo da Índia, contém aproximadamente 75% de geraniol e 20% de acetato de geranil.
  • O óleo essencial de katrafay, nativo de Madagascar, é tradicionalmente utilizado no restabelecimento de mulheres que acabaram de dar à luz.
  • O óleo essencial de katrafay (Cedrelopsis grevei) é um poderoso agente fortificante e tonificante.
  • O lírio-do-brejo é uma macrófita aquática considerada exótica e invasora fora da região do Himalaia, seu centro dispersor.
  • O óleo essencial de lírio-do-brejo, ou gengibre-branco, possui como principais substâncias cariofileno e mirceno.
  • A catinga de mulata (Tanacetum vulgare) é uma planta herbácea perene bastante utilizada como vermicida.
  • O óleo essencial de catinga de mulata é um poderoso emenagogo, portanto deve ser evitado por mulheres grávidas.
  • A macela (Achyrocline satureiodes) é uma planta nativa do Rio Grande do Sul.
  • O óleo essencial de macela possui como principal constituinte o óxido de cariofileno.
  • A manuka (Leptospermum scoparium) é uma pequena árvore nativa da Nova Zelândia cuja madeira é bastante resistente.
  • O óleo essencial de manuka, segundo estudos, chega a ser de 10 a 30 vezes mais ativo que o de tea tree contra alguns microorganismos.
  • O óleo essencial de massoia (Cryptocaria massoia) possui lactona massoia, um componente utilizado como flavorizante em manteigas e leites.
  • O óleo essencial de monarda possui elevado teor de geraniol.
  • O rendimento do óleo essencial de monarda varia de 0,65-1,2g por 100g de biomassa fresca.
  • O nardo era um bálsamo feito da raiz de uma planta da Índia (Nardostachys jatamansi) que crescia nas montanhas do Himalaia.
  • O óleo essencial de nardo possui um forte e característico odor doce lenhoso, quase animal.
  • O óleo de Nardo era usado pelos unguentarii para se preparar o nardinium, um dos perfumes mais célebres da Antiguidade.
  • A pariparoba é um arbusto da mata atlântica bastante conhecido na medicina popular.
  • O óleo essencial de pariparoba parece ser útil contra a hiperplasia epitelial, o aumento desenfreado de células da parte externa da pele.
  • As folhas de pindaíba (Xylopia brasiliensis) apresentam aproximadamente 0,4% de óleo essencial.
  • O óxido de cariofileno é o composto majoritário do óleo essencial de pindaíba.
  • O óleo essencial de sucupira (Pterodon emarginatus), extraído das cascas, é bastante utilizado contra o reumatismo.
  • O óleo essencial de tangelo (Citrus paradisi x reticulata) possui propriedades calmantes e sedativas.
  • O óleo essencial de tejpat é tradicionalmente utilizado na Índia por suas propriedades carminativas.
  • Em estudos, o óleo essencial de uvaia (casca) apresentou poderosa ação bactericida contra Enterococcus faecalis.
  • A valeriana (Valeriana officinalis) é uma planta perene com flor utilizada desde o século XVI em perfumes.
  • O óleo essencial de valeriana, extraído dos rizomas, é um poderoso agente relaxante.
  • As plantas do gênero Vitex são utilizadas há séculos para os casos de ansiedade, tensão nervosa e insônia.
  • O óleo essencial de vitex, produzido por todos os órgãos da planta Vitex agnus-castus, possui um típico odor de pimenta.
  • O óleo essencial de yuzu, o limão japonês, possui um odor cítrico incomparável – pouco conhecido no Ocidente.
  • As fibras e os rizomas da priprioca são usados no artesanato local, pois além do perfume exuberante, seus produtos não criam mofo.
  • Famosos licores franceses, como o Chartreuse e o Benedictine, contêm óleo essencial de angélica em suas composições.
  • O óleo essencial de erva doce é bastante conhecido por aumentar a produção de leite durante a amamentação.
  • O óleo essencial de bergamota é excelente no tratamento de ansiedade, depressão e tensão nervosa.
  • Por volta do ano de 1200 o rei Felipe Augusto II reconheceu a profissão de perfumista, permitindo a abertura das casas de fragrâncias.
  • Os óleos essenciais protegem as plantas de parasitas e doenças, ajudam na fertilização e controlam a multiplicação e renovação das células.
  • A utilização do caroço de algodão na produção de óleo alimentício só foi possível depois da sua desodorização.
  • O gérmen de trigo, de onde é extraído o óleo, representa cerca de 2% do grão de trigo.
  • O alho é conhecido há milênios, com citações à sua mágica culinária e terapêutica desde o tempo da construção das pirâmides do Egito.
  • A água de angélica fazia parte de uma prescrição real e foi divulgada num folheto pela College of Physicians [Escola de Médicos] em Londres.
 Fonte: Desconheço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário.