domingo, 9 de setembro de 2012

Aromaterapia



Aromaterapia é um termo criado pelo químico francês René Maurice Gattefossé na década de 20 para apresentar a prática de utilizar óleos de essências de plantas, raízes, flores e sementes para o tratamento de algumas doenças.
A Aromaterapia consiste em tratar pessoas doentes com a ajuda de óleos extraídos dos vegetais. 
Esses extratos que chamamos de essências ou óleos essenciais possuem substâncias que oferecem um aroma para as plantas e, por isso o nome, aromaterapia.
As essenciais ou óleos essenciais são produzidos através de minúsculas glândulas encontradas nas pétalas, nos caules, nas cascas e nas madeiras de plantas e árvores. Se na natureza já é possível sentir o aroma das plantas de forma progressiva, quando é aquecido ou triturado o aroma exala seus cheiros com uma potência bem maior.

Como se extrai o óleo essencial?
Para retirar a essências das plantas e flores é usado um processo de destilação no vapor d’água. Quando uma essência é diluída no álcool ou em outro solvente, a essência recebe o nome de essência absoluta, são menos puras que os óleos essenciais.

Existem centenas de tipos de óleos essenciais, as essências podem ser utilizadas de diversas formas, como unção na pele, podem ser inaladas, podem ser colocadas junto com á água no banho, ou usadas em formas de compressas.
Dificilmente as essências são ingeridas. Certamente, quando as essências não inaladas possuem efeitos mais eficazes, pois provocam rapidamente uma ação imediata no cérebro. 
Normalmente, os aromaterapeutas utilizam aproximadamente trinta plantas e flores para tratar a maior parte dos problemas.
Assim, como qualquer outro tratamento ou medicamento, a aromaterapia também apresenta algumas contra-indicações em pacientes. 
Por isso, é importante que a aromaterapia seja usada com precaução, pois em alguns casos pode causar irritações e alergias na pele, principalmente em indivíduos que possuem pele sensível. Não é só porque a essência é extraída da natureza que não possui contra-indicações, muitas vezes a natureza também pode provocar reações alérgicas.
O uso de óleos essenciais no tratamento de aromaterapia é usado para restabelecer ou elevar a saúde mental, emocional, física e espiritual do paciente.
Vale ressaltar que os óleos essenciais produzem propriedades anti-sépticas reconhecidas como a essência de Lavanda e do Gerânio, que são bem eficazes contra infecções causadas por bactérias, vírus e fungos. 
As propriedades desintoxicantes do limão, alho, eucalipto e pelos feitos calmantes, ou seja, juntando tudo se dá uma sensação de bem estar e harmonia que parecem produzir um efeito preventivo sobre doenças.



Exemplos de óleos essenciais

Óleo de Lavanda:  Poderoso contra a insônia, depressão, tensão e cansaço. 
Uma gota de lavanda no travesseiro já é o suficiente para você relaxar, assim como em difusores ou em spray para borrificar o ambiente.
Óleo de Cravo: Ajuda na autoconfiança e estimula a coragem.
Óleo de Jasmim: Estimulante para a energia sexual. É um poderoso óleo aromático que atua diretamente sobre o centro sexual do corpo, tornando-se perfeito para as noites amorosas.
Óleo de Olíbano: É revigorante, ideal para dissolver ressentimentos e mágoas. 
É um óleo aromático capaz de promover o perdão e libertar o passado.
Óleo de Ylang-Ylang: É um poderoso afrodisíaco para noites de namoro.
Óleo de Patchouli: É um óleo aromático sedativo e afrodisíaco. Usado em casos de fadiga e ansiedade, mas também pode ser utilizado em casos de obesidade, pois auxilia a diminuição da compulsão alimentar, ou seja, o desejo de comer toda hora.
Óleo de Eucalipto: É um refrescante, ideal para ser usado nos quartos de doentes. É também um anti-reumático, analgésico e descongestionante. Purifica os ambientes carregados com energia negativa, principalmente após as brigas e discussões.
Óleo de Alecrim: Auxilia na concentração. Indicado principalmente para ambientes de trabalho e nos estudos.
Óleo de Bergamota: É um excelente estimulante para o entusiasmo. Perfeito para ser utilizados em ambientes alegres e divertidos, como a área de festas, por exemplo.
Óleo de Camomila: É refrescante. Indicado para dores de cabeça e depressão.
Óleo de Cedro: É sedativo. Usado para angústia, bronquite e tosse.
Óleo de Limão: É refrescante e estimulante. Para problemas circulatórios, hipertensão e acne.
Óleo de Eucalipto: Libera a cabeça. Indicado para edemas e dores musculares.
Óleo de Gerânio: É refrescante e antiespasmódico. Para problemas urinários e infecções virais.
Óleo de Jasmim: É relaxante e calmante. Serve para tratar a apatia e pele seca.
Óleo de Manjerona: É fortificante. Indicado em enxaquecas, cólicas e equimoses.
Óleo de Patchouli: É relaxante. Indicado na depressão e pele seca.



Aromaterapia nos ambientes:

O clima da sua casa pode mudar totalmente com os benefícios da aromaterapia. 
Os aromas usados são provenientes dos óleos essenciais, substâncias naturais que podem ser extraídas nas flores, frutas, sementes, cascas e raízes. Esses aromas podem ser tanto inalados quanto aplicados no corpo, eles têm a função de restaurar as energias curativas e proporcionar equilíbrio entre o corpo, a mente, e o espírito. 
Veja algumas dicas de como escolher os aromas adequado para cada ambiente.


Um exemplo bem clássico é o uso do óleo essencial de lavanda, que tem efeito relaxante. Mas, o que realmente determina o cheiro do aroma é a preferência pessoal de cada um, pois ninguém consegue relaxar e se sentir tranquilo e calmo com um cheiro que não lhe agrada. A opção deve ficar por conta da sensibilidade olfativa de cada um.
A aromaterapia pode ser aplicada em diferentes cômodos da casa com determinadas funções. Alguns aromas terapêuticos ajudam a estimular a concentração na área de trabalho e nos estudos, enquanto outros aromas terapêuticos ajudam a relaxar antes de dormir. 

Para a sala e para os ambientes onde a família se reúne:
Os mais indicados nesse caso são os aromas cítricos, algumas sugestões: limão, tangerina, gerânio e verbena. As rosas brancas também trazem uma sensação de tranquilidade para as relações. Deve-se investir também nos aromas que facilitam a comunicação e agradam a todas as pessoas. Para suavizar o perfume, acrescente um pouco de água em um borrificador  e pingue três gotinhas de óleo essencial da sua preferência.

Para os escritórios e salas de estudos:
Recomenda-se utilizar o alecrim – que tem função calmante e ajuda na concentração, ou ainda você pode utilizar a menta e a canela,que são aromas tônicos e estimulantes. A canela também trás bons fluidos e é excelente para os bons negócios. Para deixar uma fragrância estimulante no ar, coloque um pouco de água em um vaso de vidro, adicione algumas gotinhas de óleo de alecrim, limão ou olíbano (recomenda-se colocar duas gotas para cada um litro de água) e mergulhe no vaso algumas varetas de madeira sem cobri-las totalmente. As varetas absorvem a essência e deixam o ambiente aromatizado por vários dias.
Para a cozinha:
cravo e o eucalipto ajudam a purificar o ambiente e neutralizam outros cheiros que geralmente ficam na cozinha, afinal esse é um ambiente utilizado para fazer comida. Esses aromas proporcionam uma sensação de limpeza no local.

Como espalhar o aroma
Existem diversas formas de usar os óleos essenciais em sua casa. 
As mais utilizadas para espalhar esses aromas são:
Queimadores e difusores de óleos:
Os difusores, na maioria das vezes, são vendidos acompanhados de um recipiente onde se coloca água e depois algumas gotinhas do óleo aromático escolhido. Na parte inferior existe um lugar para colocar uma vela acessa que vai delicadamente aquecendo a água e fazendo com que o óleo seja liberado.


Diretamente na água quente:
Para um efeito de improviso, meio que de última hora, experimente pingar algumas gotas de óleo essencial dentro de um recipiente com água quente. O aroma na água quente não dura tanto tempo quanto nos difusores, mas funcionam perfeitamente para as festas, jantares e nos quartos das pessoas doentes.

Spray:
Eles substituem os aerossóis que são tão nocivos ao meio ambiente simplesmente enchendo de água um borrificador comum – aquele que você usar para borrificar as plantas, depois adicione algumas gotas de óleo essencial. Em geral, a medida utiliza é de 15 a 20 gotas de óleo essencial para 125 ml de água. 
Agite a mistura antes de borrificar o ambiente.



Velas perfumadas:
As velas perfumadas podem ser encontradas a venda em lojas próprias para aromaterapia ou você mesmo pode produzir as suas próprias velas com aromas, acedendo uma vela simples, porém larga, e esperar a cera derreter em volta dela. Depois é só assoprar a chama e pingar algumas gotinhas de óleo essencial na cera derretida, deixe esfriar um pouco e remodele a vela. Em seguida, reacenda a vela novamente.

Precauções:
  •  Para não causar irritações na pele misture as essências com uma base oleosa, como óleo de amêndoas, por exemplo.
  • Se tiver alguma dúvida sobre as essências é preciso consultar um médico ou informar-se com um aromaterapeuta.
  • Se é a primeira vez que está usando um óleo essencial, teste em uma parte do corpo para certificar-se de que não provocará alergias.
  • Jamais use os óleos essenciais quando estiver exposta ao sol.
  • Não faça uso dos óleos essenciais via oral sem a orientação de aromaterapeuta.
  • Evite fazer uso da aromaterapia na gravidez, devido os óleos conterem um teor alto de toxidade.
  • Cuidado redobrado com os óleos essenciais que irritam a pele, tais como: pimenta da Jamaica, louro, canela, cravo-da-índia, orégano, sálvia, satureja, capim cidreira, tuia e gualtéria.
  • Procure não usar os óleos essenciais em crianças, em pessoas idosas, e em pessoas com doenças crônicas (ou ainda com problemas de fígado, rim, coração e asma). Ao invés disso, prefira os óleos que são menos nocivos para a saúde.

Fonte: http://nadafragil.com.br

3 comentários:

  1. Oi Eliana, que visual clean do seu blog, calmante ao olhos, gostei. Muito interessante esses óleos aromáticos. Obrigado por visitar e fazer parte do meu cantinho, seja bem vinda! Beij♥ carinhoso.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o Blog e estou seguindo. Amo aromaterapia. É muito eficaz e benéfico para nossa saúde.
    Bjs..Mi.
    www.michelerecomenda.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amo isso... aproveitando para indicar seu blog
    Prêmio Dardos, me faça uma visita e pegue no meu blog. Espero que goste.
    Beijinhos e boa noite
    http://de-enise-e.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário.